EP7 (WAYS)


W1) Frase do psiquiatra Victor Frankl:


"Quando alguém não consegue encontrar um senso profundo de significado, acaba se distraindo com prazeres".



 

W2) Uma escultura que se desdobra.


Artista apresenta uma escultura de busto masculino, que ao ser puxada para trás, revela um aspecto surpreendente: desdobra-se num longo pescoço sanfonado mole.



 

W3) Tirinha do Horácio ( Mauricio de Sousa).


A história traz um interessante problema ético: quando somos diminuídos por alguém que aparenta superioridade, nos ressentimos. Mas e se fôssemos nós que estivéssemos "por cima"? Teríamos virtude o suficiente para agir sem soberba?


 

W4) Música "Jequitibá" ( Zé Miguel Wisnick/Carlos Rennó)

Esta música lembra que, no meio da Avenida Paulista, ainda está de pé uma antiga árvore de jequitibá com sua grandeza imponente e estática, em meio à transitoriedade da paisagem urbana. Abaixo, a letra transcrita na íntegra:


Não havia Masp nem seu vão Nem Fiesp nem arranha-céu nem casarão Nem Conjunto Nacional Com seu relógio à vista Não havia bancos Não havia bancas Nem ciclovia, nem pista da Paulista

Antes da torre global Do Itaú Cultural Do metrô e da metrópole Da Parada Gay E do Réveillon Era ele, o velho, belo e bom Jequitibá do Trianon

Antes da Gazeta Das passeatas, atos, manifestações Antes da corrida São Silvestre Antes das antenas Centers e cinemas Das profusões Dos automóveis, bicicletas e pedestres Já tava ele lá E ainda hoje tá: O jequitibá!
 

W5) Música "Ryoshu", de Jia Peng Fang , interpretada por Eliott Tordo.


Música chinesa tocada com o belo instrumento "ehru", numa paisagem glacial e solitária.


 

W6) Texto: A relação entre os 7 vícios capitais, os 7 pedidos do Pai-Nosso e os 7 dons do Espírito Santo. (👉 link pra o texto completo)


Recortes do texto: ✂️


"É o orgulho que faz o riacho julgar-se fonte e o raio de luz julgar-se o Sol".
"Quando o homem se deixa dominar pela soberba, ele passa a amar o bem que recebeu não porque é bem, mas só porque é seu".
 

W7) Vídeo: Jiddu Krishnamurti - Como Libertar-se de um Hábito?


Resumo das principais ideias do vídeo: ✂️


A mente cria hábitos e se apega a eles.


Quando tentamos nos desfazer de tais hábitos, não conseguimos, porque "lutar contra o hábito" vira também um hábito.


Para sair dessa prisão, é preciso atenção completa, não apenas intelectual.


Existem espaços livres entre os pensamentos.


São períodos de silêncio, que não têm relação com o processo do pensar e que estão fora do tempo.


É neste estado que a formação de hábitos cessa.


É o reencontro com o todo, sem efeitos cumulativos do passado capazes de condicionar as ações presentes.


É quando não há mais barreiras entre si e o que é.

 

W8) Frase: "Se você quer algo que nunca teve, precisa estar disposto a fazer algo que nunca fez". (Thomas Jefferson)